sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Grandes Virtudes

" No túnel da vida, luzes se acendem e se apagam e na escuridão descobrimos que os AMIGOS são virtudes e que sem eles não chegamos a lugar nenhum..." (Thales de Carvalho Mendonça)

De fato meu caro amigo-irmão Thales, amigos são virtudes!Deus em sua magnitude, não se bastando em tanto amor por nós e sempre cumprindo o seu desejo de ser o EMANUL - DEUS CONOSCO - além de se fazer presente de tantas formas em nossa meio ainda quis por bem habitar perto de nós de forma visível na presença do Amigo. AMIGO FIEL, REFÚGIO PODEROSO. QUEM O DESCOBRIU ENCONTROU UM TESOURO. Assim canta a sagrada Escritura apontando a riqueza de uma amizade bem conquistada e firme, com propósito divino. Tesouro, como a Sagrada Eucaristia que se pega com carinho na palma da mão para que nenhum fragmento posso se perder, posso ser lançado ao chão, tesouro de bem incomensurável. O Amigo se torna Deus presente de várias formas, na cruz a consolar, no tabor a contemplar, em Belém a adorar, em Caná a se alegrar, nas oliveiras a silenciar, no monte a ensinar bem-aventuradas verdades, na sala superior a alimentar em comunhão. Virtudes sim. Maneiras que o próprio Deus se mostra, se faz presente e se deixa perceber. Oh admirável ensinamento que diz: _quando um amigo fala emudeço, para mim é como um sacrário que se abre, preciso adorar. _ Onde está nossa consideração? Onde foram parar nossos valores? Acaso meu sacrário está profanado, arrombado pelas chaves da traição? Meu coração, sagrado Templo se perdeu em sus doutrina de amar? Não! Erra quem não ama. Erra quem revela os segredos, pois já diz o autor sagrado: O meu segredo a mim pertence. E somente a mim a ninguém mais. Onde está o nosso silêncio dentro de nós mesmos? Vejamos. Nem dentro das igrejas conseguimos calar nossa boca na presença do Deus Altissimo, o Grande Amigo, para adorá-lo, quem dirá guardar segredos. A miséria humana corrói se ela se fecha no escuro túnel nem desejar a luz a qual foi criada. Se ela não voltar ao seu silêncio contemplador, adorador, místico. O ser humano é de dentro para fora, assim como a boa amizade que nasce como o rio anunciado pelo profeta, que saía do templo de Deus. È do interior para o exterior, brota na intimidade da noite, da noite mística que é iluminada, purifucadora, noite de encontro de amor, de revelação ao mesmo tempo que é eterna e misteriosa. Amizade verdadeira tem que passar por Belém e seguir a Jerusalém, só assim chegará a eterna mansão onde as existe todas as virtudes, que tem sua origem lá em cima, no céu. A vocês meus queridos amigos, que se tornaram pessoas de grande importância em minha vida. Sei que cada um de vocês sabe muito bem em que parte tocam suas vidas em mim. Sei que em sua maioria nascida na Igreja ou através da Santa fé católica e por isso de modo especialíssimo os amo e dedico a vocês minha "CAPA"(essa foi só para os místicos e não posso revelar os segredos). Aos demais recebam também minhas homenagens de gratidão, e votos de santas festas, já que nosso coração está bom saibamos amar mais. Aos que comentam, GRAÇA E PAZ!

7 comentários:

Thales Mendonça disse...

Ficou fera.. irmãooo ;D Deus abençoe..

Marcus Feichas disse...

Bruno,

Não faço parte da maioria, mas permito-me, na minoria, aumentar o universo dos Amigos que lhe preenchem a vida. Amigos que trazem, cada qual com seu modo de caminhar pelas pedras da existência, as experiências vividas e a vontade de receber outras tantas que do amigo nos é doada.
Graça e Paz nos resvalem e tenham o poder de nos enlaçar. Nos segurem firmes e tenazes, percorrendo a árdua trajetória da amizade sincera, honesta e verdadeiramente, virtuosa!

Grande abraço!

Lilian disse...

Bruno,

Pela amizade que você me devota,
por meus defeitos que você nem nota...

Por meus valores que você aumenta,
por minha fé que você alimenta...

Por esta paz que nós nos transmitimos,
por este pão de amor que repartimos...

Pelo silêncio que diz quase tudo,
por este olhar que me reprova mudo...

Pela pureza dos seus sentimentos,
pela presença em todos os momentos...

Por ser presente, mesmo quando ausente,
por ser feliz quando me vê contente...

Por este olhar que diz
"Amigo, vá em frente!"

Por ficar triste, quando estou tristonho,
por rir comigo quando estou risonho...

Por repreender-me, quando estou errado,
por meu segredo, sempre bem guardado...

Por seu segredo, que só eu conheço,
e por achar que apenas eu mereço...

Por me apontar pra Deus a todo o instante,
por esse amor fraterno tão constante...

Por tudo isso e muito mais eu digo

Deus te abençoe meu amigo!

Obrigada por tantos anos de amizade.

Grande beijo!!

Bruno disse...

nussa Lili... td a vê.. puxa vida!! cabô pra mim..kkkkk
10 anos de pura amizade... O BÊBADO E O EQUILIBRISTA... bjo

Brunus

Marcus Feichas disse...

Bruno,

Desculpe-me, mas sou obrigado a adentrar novamente neste comentário e fazer deferência especial a companheira Lilian. Simplesmente, maravilhoso! Palavras belas, bem dispostas, expecionalmente colocadas. Lilian, receba deste novo amigo, sinceros Parabéns!

Não poderia abster-me de tecer os elogios que lhe cabe, frente a imensa capacidade poética de dizer em versos, o que o coração tentar dizer em pulsações.

Excepcional texto, linda poesia!

Bruno, meu caro, a responsabilidade aumenta!!!

Que bom!

Marcus

Lilian Rodrigues disse...

Bruno,

Agradeço o comentário e os parabéns de nosso companheiro Marcus, sinto-me honrada por ser citada aqui. Apesar de não ser de minha autoria o citado texto, procurei em poucas linhas expressar o que a nossa amizade representa para mim.
Aproveito a oportunidade para dizer que os comentários do amigo Marcus contribuem para o enriquecimento dos seus posts.

Desejo um feliz 2009 a todos!

Grande beijo!!

Marcus Feichas disse...

Cara amiga Lilian,

Da mesma forma, agradeço as palavras elogias que a mim distribuiu com grande ternura. Próprias de alguém com rara sensibilidade, colhe as flores resultantes de uma boa semeagem e as distribui, as oferece para adornar a vida de outros, deixar o perfume em terrenos vazios, lançar as pétalas no caminho antes desconhecido.
E nisto consiste a sensibilidade, a beleza e a singeleza do passar pelos trilhos da vida. O que importa e faz diferença no mundo, não são apenas as idéias e palavras que brotam em nosso coração, mas que também são colhidas nos terrenos alheios e sabiamente são replantadas em tantos outros. Pouco importa se o texto foi fruto de sua mente ou brotou de outras sementes. O que realmente importa é cultivar a sensibilidade de saber escolher o momento certo e o jardim perfeito para uma boa colheita. Afinal, a beleza não está necessariamente apenas no que oferecemos como frutos diretos de nossa essência, mas também os que colhemos e oferecemos àqueles que de nós merecerem um agrado, um presente sincero. E você, com inteligência e sensibilidade, soube oferecer ao amigo, algo que colheu e acolheu. E somente os que perseguem a beleza das sutilezas da vida, poderão e saberão, distribuir as flores que servirão de presente ao presente e futuro, daqueles que verdadeiramente, compartilharam o mesmo terreno do passado.

Que sua amizade cresca e floresça. Assim como ansiamos por um novo ano, um novo tempo, um novo alento, um novo plano. Um novo despertar, uma nova vida, uma nova e sincera vontade de dizer: amigo!

Abraços e Feliz 2009 para você, Lilian, meu também amigo Bruno e demais companheiros do Blog. Que possamos no novo ano, somar alegrias, subtrair tristeza, dividir emoções e multiplicar o amor. Cotidianamente, viver as razões da vida com a divindade refletida na caridade, amor, fraternidade e todas as...Grandes Virtudes!

Related Posts with Thumbnails