segunda-feira, 5 de julho de 2010

de quem é a culpa?


Bom, agora que o Brasil já deixou a copa do mundo, todo mundo começou a ralhar a comissão técnica e arrumar um culpado. É este ou aquele, foi por isso e chegam a cogitar que a própria CBF vendeu a Copa para a FIFA. Não sei quem é mais ridículo!
Para mim, o brasileiro, no futebol pensa que só ele tem que ganhar. Só o time dele tem que se vencedor sempre, só o time dele tem que trazer todos os canecos do mundo e os seus jogadores tem que ser os melhores e baterem todos os recordes do mundo. Talvez seja reflexo de uma educação mal orientada. Levar vantagem naquilo que já fomos melhores! E criar a mentalidade de que uma vez assim para sempre assim!
Pobre do Dunga, deixou a turma dos sete anões e foi se enrolar no meio do grupo futebolístico. Eu não tenho nada contra ele não, nem contra os jogadores, penso que todos jogaram, se houve erros, oras, estamos sujeitos a isso todo dia e toda hora. Mas porque primar pela perfeição do futebol e não primar pela perfeição na própria vida??? Ninguém se culpa por errar, pecar, trair. Não se culpa a si mesmo, mas a Igreja sim culpam, e não só a Igreja mas também ao próprio Deus. Que gentinha!
Vendem suas consciências ao mal, ao pecado e não cobram a ninguém nem a si mesmos!
Mas a seleção, grupo seleto de grandes jogadores devem ser espelho para o mundo! Será? Aos jogadores que enchem suas contas, (não tenho nada com isso, pois o salário e deles) bancárias e não estão nem ai para quem fala deles, pois ganhando ou perdendo eles sempre saem ganhando. Só quem perde é o brasileiro, patriota de 4 em 4 anos, que não tem respeito nenhum por si, pois a sua própria pátria desdenha. É como desprezar a própria mãe.
Cheguei a ver pessoas desrespeitosas quando se entoa o hino do país e que nenhum respeito manifestam a ele. Ora, se se deixa de lado o valor pequeno do respeito pela pátria, como se respeita a si mesmo e aos compatriotas. Se de fato, lutassem pelas cores, pela bravura de ser brasileiro e não por dinheiro ou status, talvez assim a conquista seria digna.
Todavia, sinto mudança no comportamento dos brasileiros nesse tempo, um comportamento diverso, por vezes estranho. Retiram um amor pelo Brasil que não se estampa no resto do ano. Ninguém briga na época da eleição, exceto os famigerados políticos e seus sequitos. Ninguém ostenta bandeira em frente de sua casa no 7 de setembro! Porém, na copa não admitem um Argentino vestir a camisa azul e branca e torcer a favor do seu time em solo brasileiro, mas ao ladrão de Brasília, pode-se assistir ao lado, levando dinheiro na cueca. E de quem é a culpa? Minha, sua, que não ouço e não leio direito o que está na minha frente. Simplesmente aceito e bato palmas sentado no final do canto do Hino Nacional.

2 comentários:

Flor de Lys disse...

Caraca!
Falou tudo!!

Olha esse post de uma menina de Brasília:

http://fernandinhaepensamentos.blogspot.com/2010/06/mentira.html

Aliás, o blog dela é muito bom...

Bruno Augusto disse...

Acessei o blog e simplesmente adorei... até ja comentei um lá.. vou add ele aos meus seguidos...
Minha linda flor, tomei parte da briga contra a imprensa e aos torcedores que só enaltecem na vitória... Perder é uma grande dádiva! Precisamos aprender isso, para crescermos mais como pessoas!

Related Posts with Thumbnails