sábado, 9 de maio de 2009

Poema do amigo aprendiz


Quero ser o teu amigo.

Nem demais e nem de menos.

Nem tão longe e nem tão perto.

Na medida mais precisa que eu puder.

Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,

Da maneira mais discreta que eu souber.

Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.

Sem forçar tua vontade.

Sem falar, quando for hora de calar.

E sem calar, quando for hora de falar.

Nem ausente, nem presente por demais.

Simplesmente, calmamente, ser-te paz.

É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!

E por isso eu te suplico paciência.

Vou encher este teu rosto de lembranças,

Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...


16 comentários:

Cínthia disse...

simplesmente ser amigo....e aceitar as distâncias...amarga distância...

Bruno Augusto disse...

HOje sanoui-se uma distância, uma amarga distância...Podíamos ter cantado... VEM MEU AMOR, VEM ANDAR COMIGO... kkk

Cínthia disse...

e tudo que eu preciso é de uma chance....(vamo lá numa só voz!! hahah)

Bruno Augusto disse...

"Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro."
Da Vinci

De fato. então mais do que nunca estou sem saudade... estou dentro, Permaneço. Sem aprisionar e sem ser aprisionado, livre, guardado e de tão aparecido... reconhecido exteriormente como um, porém por dentro dois.

Cínthia disse...

amarga distância que num dia diminui, mas em outro já se expande..E o que nos resta?? Agora, só o silêncio!!!

Bruno Augusto disse...

Sim, só o silêncio, mas há silÇencios que de tão altos chama o amor escondido, o amor longinquo, atraí-lo não é tão difícil. Se dissemos que ele está dentro então só pelo silêncio o tocaremos, só pelo silêncio o permitiremos realizar maravilhas em nós. Só temos o Silêncio, só temos o hoje, hoje não imaginário, hoje realidade, hoje palpável, hoje vivido e não deixado de lado. PARA AMAR-TE NESTE MUNDO NÃO TENHO NADA MAIS QUE HOJE! já disse nossa amiga francesinha lá do céu. Silêncio!

Marcus Vinicius Feichas disse...

Confesso que me acanho em penetrar no diálgo dos dois amigos (ou talvez até mais que isso)...

Mas sou obrigado a dizer que o poema é espetacular. Aliás, o que Fernando Pessoa mais soube fazer. Expressar em textos o que o próprio texto não pode muito dizer.

Abraços a todos e desculpe-me a intromissão!

Bruno Augusto disse...

Não há intormissão onde há amizade. NO amigo, AMIGO, com letras maíusculas, eu posso entrar e sair e jamais deixá-lo. Quems ouber compreender a amizade saberá que o amor entre um homem e uma mulher é de todo diferente. O amor de PHILIA tem segredos que a própria razão desconfia, é secreto por ser alimentado num escuro silêncio do coração. Nasce onde já existia, pode se matar, mas se ele vive completa uma história, se ele existe ele fortalece, se ele compreende ele age, se ele compadece ele silencia, se ele pode morrer então ele pode ressuscitar. JÁ NÃO VOS CHAMO SERVOS, MAS SIM DE AMIGOS, POIS O SERVO NÃO SABE O QUE FAZ O SEU SENHOR!

Você meu caro amigo não intrometeu, simplesmente participou daquilo que também é teu, a vida de um amigo. Somos partes!

Cínthia disse...

amigos do Alto, irmãos do Alto, Amor do Alto...só quem é amigo assim entende...DOU MINHA CAPA, sempre!!!

Tati disse...

Vc é meu amigo na medida mais certa.
Amo-te

Bruno Augusto disse...

Quando penso na riqueza das pessoas que tenho próximo a mim e que não sou digno de cuidar delas para Deus, logo me comove o saber que a MIsericórdia Dele independe de nossa pequenez e miséria. Apesar de nossa pequenez Ele não de nos agradar e acariciar nossa vida com sinais do amor Dele por nós.

Linda Tati, vc bem sabe o quão grande é meu amor por vc... e quão grande me sinto perto de vc, e louvo a Deus que lá no princípio pensou em nós e a partir da vontade Dele nascemos para a vida. Obrigado por me suportar! Obrigado por me amar.

Jhonatha disse...

A amizade é um sentimento puro e único, onde temos a capacidade de nos permitir um amor profundo... o mesmo que o próprio Cristo sempre teve pelos seus. Ela deixa o distante próximo e o próximo distante... ela, por ser uma razão de amor puro e pleno, nos faz seguidores do Cristo, que amou até o fim.
Ser amigo é mais que ser um confidente, uma pessoa próxima, de confiança. É viver o dom de sendo um ser muitos e sendo muitos ser apenas um.
Quisera eu estar sempre perto dos meus amigos, mas como a vida nem sempre permite, agradeço a Deus pelo dom da amizade que recebo e que partilho a cada dia ainda que distante.

Priscila Brandani disse...

Oi amigoo, consegui comentar, ebaaa!!
Saudades infinitas hein!?
Amo vc!!
bjoo.

Zéé ;D disse...

Bruninho =D
lindo o poema,mas lindo ainda é a nossa amizade amigo !
Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro. (Eclesiástico 6,14)

abraços querido

Bruno Augusto disse...

Quando um homem encontra um tesouro no campo ele vai vende tudo o que possui para comprar aquele campo... assim também a nós quando encontramos o tesouro da amizade sincera e fiel, vendemos nossas riquezas do mundo, bens que nos prendem para regozijarmos com a posse dos bens que esse novo tesouro pode nos conceder...

Estou rico!

Grande abraços caro Zèzin... contiuemos escrevendo nossa história no céu...

Cínthia disse...

e aí você me responde...Existe felicidade maior? Só no céu...

E imagina a gente lá..

Riquíssimos!!

Related Posts with Thumbnails