quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Insuportável


Insuportável é viver aqui, longe de você.
Insuportável na alegria,
Insuportável fico a imaginar,
Insuportável na espera de esperar.

Insuportável estou na minha felicidade,
Insuportável dentro do meu carro.
Insuportável ouvindo música,
Insuportavelmente romântico.

Insuportável na estrada,
Insuportável na estada.
Insuportável nestas horas que não passam,
Insuportável na saudade do abraço.

Insuportável sentimento,
Insuportável mandamento,
Insuportável silêncio, agudo, baixo, miúdo.
Insuportavelmente alto, estrondoso e ruidoso.

Insuportável sofro,
Insuportável desejo.
Insuportável quero,
Insuportavelmente minhas asas.

Insuportável distante,
Insuportável errante.
Insuportável cantante,
Insuportavelmente e exasperante amante!

Dos teus beijos suportáveis,
das tuas loucas insanidades.
Das tuas doçuras incomparáveis
e da tua presença mais que amável!

A você, que de longe veio me ver. Que aqui esteve e por um momento era tanto, foi tanto e hoje é lembrança benfazeja e honrosa, decente, crente, pertinente e salutar. A você que ama muito e é muito amado o meu grande abraço "... antes que amanheça..."

Um comentário:

Flor de Lys disse...

Ah amigo... que escrito profundo... tocou-me... chorei.

Related Posts with Thumbnails