segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Edith Stein


09 de agosto - A Liturgia lembra a memória desta grande monja carmelita. Morta nos campos de concentração nazista de Auschwitz-Birkenau. 1942.

Como do casulo do bicho de seda sai a pequena borboleta, "assim acontece com a nossa alma quando ela, na oração de união está totalmente morta ao mundo... Oh! Maravilha! Como fica a alma depois desta oração, quando esteve aprofundada na grandeza de Deus e estado tão intimamente unida a Ele! ... Digo-vos com toda verdade que a alma não se reconhece mais".

"Existem dois modos de se possuir a Deus: pelos caminhos da graça, ou pelos caminhos da união. Entre essas duas modalidades se dá a relação que existe entre o noivado e o casamento. No noivado existe um mútuo acordo, os noivos se visitam, trocam presentes; mas a comunicação recíproca das pessoas e sua união somente se verificam no casamento. Do mesmo modo, realizada a purificação da alma, a vontade de Deus e da alma, se fundem num mútuo e livre consentimento".

Santa Teresa Beneditina da Cruz (Edith Stein)

2 comentários:

Flor de Lys disse...

Grande mulher!
Alegro-me por conhecê-la!
=)

Bruno Augusto disse...

eu também sou feliz por conhecê-la... desejo seguí-la.....

Related Posts with Thumbnails