sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Minha primeira Missa


Santíssima manhã foi a dessa primeira sexta-feira do mês de outubro, dia primeiro. Dia em que a Igreja Santa, coloca nos lábios os louvores à querida santinha do Carmelo, Teresinha do Menino Jesus. Dia de reparação ao Coração de Jesus, as primeiras sexta-feiras do mês é celebrada na Capela São José no Santuário Nossa Senhora da Agonia a Missa de sempre, de Pio V, ad orientem, versus Deum. O verdadeiro e único Sacrifício do Calvário.
Bem cedo levantei-me e me vesti com dignidade, com vestes decentes e pus
-me a seguir o caminho até o templo. Dentro de mim era tão forte o desejo de estar lá que me impulsionava a andar cada vez mais rápido. Dormir? praticamente impossível. O que me esperava não era uma mesa de refeição e sim um Altar, era um patíbulo, um suplício, um calvário. O silêncio era máximo, e até tossir dava vergonha.
Ouvi o Sacerdote que silenciosamente rezava suas orações secretas e direcionava-se ao Altar onde o Cristo, Esposo e Senhor já o esperava. Nas suas mãos iam o
cálice coberto por um véu. Assistia-no alguns poucos fiéis que rezavam silenciosos e as mulheres cobriam suas cabeças com véus negros. In Nomine Patris.... àmen. Era o que ouvi de início e da voz cansada do Sacerdote iniciava a recitação de um salmo, que assim dizia... Introibo ad altare Dei... Era a subida, a elevação, o sacrifício matutino que ia começar. Outro dado importante que pude notar, era um oferecimento feito a Deus Trindade onde a Santa Mãe Igreja pede a Deus que receba por seu anjo a oblação que os seus servos ali ofereciam. Não tive a santa visão, mas não precisava ser místico para saber que ali se realizava tudo o que a boca da Igreja pronunciava. A santa Esposa não acredita em vão.
Que fizeram com nossa Missa? Onde puseram o silêncio sagrado? Onde esconderam a sacralidade, a devoção e a piedade? Cadê teus pudores jovens e senhoras? On
de ficaram os vossos véus?
Quando rezava o Sacerdote as secretas e as silenciosas orações me lembrava a passagem da escritura que diz: quando queres orar, entra no teu quarto e fala ao teu pai que está no oculto, e ele te ouvirá... Não nos cabe gritar, batucar e enfeitar com a criatividade. E que atividade? Apenas a de escutar, adorar, contemplar no silêncio a ação redentora de Deus em Cristo, pelo Espírito Santo. O Doce Senhor nos vem e conosco fica!
Obrigado Senhor por este dia de hoje. Obrigado pelo santo Padre, o Papa B
ento XVI, que devolveu-nos o santo direito dessa participação e ligação com o passado vivo de nossa fé, com a continuidade, com a Liturgia. Obrigado Senhor por todas os Vossos sinais, mesmo naquele sol vermelho que hoje nasceu sobre nós! Kyrie Eleison.

Introibo ad altare Dei - Ad Deum qui laetificat Juventutem meam.



"O sol escurecido e avermelhado, enquanto todos dormiam Deus falava pelos seus sinais"

Missa no rito Tridentino todas as primeiras Sexta-feiras e primeiros sábados do mês no Santuário Nossa Senhora da Agonia em Itajubá - MG. E
aos sábados comuns as 9 hs da manhã.

Aviso importante afixado na porta da capela

4 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

Ouvi o Sacerdote que silenciosamente rezava suas orações secretas
Fala sério !!! N há nada de secreto na missa no rito antigo!

Bruno Augusto disse...

Lógico que há.... se você ler no Missal vai ver que lá diz.. em secreto, que quer dizer, baixo, só pra ele, que não precisa ser em voz alta e é isso que quis dizer!

Cinthia disse...

Lindo demaaais!
A próxima não perco!
Meu véu já está a postos!

:)

Anônimo disse...

Just set this forum via google. Ready to join you. I came here to learn your language . thanks all.

Related Posts with Thumbnails