domingo, 2 de maio de 2010

Sou da Puliça, otoridade máxima


Então... dae apareceu um "talzinho" lá, de baixa estatura que se dizia ser "puliça" e intimando minha pessoa apontava o dedo na minha cara e dizia impropérios, palavras de baixo calão, comum entre pessoas entorpecidas pelo álcool e tomadas pela ira. Veio em defesa da mãe, não por ser filho, mas por ser da "puliça" e na intimação que me fazia dizia que naquela noite conheceria uma viatura.. kkkkk... Imagina eu, andando no camburão algemado, somente por ter defendido uma pessoa de um roubo. É, o "puliça" à paisana não veio me falar como sendo filho da mãe que se sentira ultrajada pelas minhas palavras de: "devolva isso, pois isso pertence a minha namorada." ele veio, cheio de si, pois ele era "pulicial", cabo da PM,... "opa, calma, calma ae, vamo com calma, pois eu sou cidadão comum e sem antecedentes criminais e vai tirando essa sua mão de mim e aponte esse seu dedo autoritário na cara dos seus".
Bom, foi a única defesa que tive antes de ser levado pelos meus amigos a um lugar escondido... "sou fugitivo da "puliça" agora... que disse que vai me bater, que eu vou ver quando sair do baile"...
Ah, me poupe... tô indignado... o cara acha que é alguma coisa por ser policial militar, acredita que depois que fez uma prova de primeiro grau e recebeu uma condecoração agora virou o super-man, protetor da sua família indefesa.
Você, deveria no mínimo estar a favor da verdade, se é que você sabe o que significa isso. Me poupe de sua farda, me poupe de sua arma e suas balas. Se quiser vir degladiar pode vir, não me disponho a isso, pois prefiro usar palavras, já que o Sr, "puliça" não sabe nem dizer o seu título de honra corretamente, então vamos pra ignorância como é praxe pra você.
Me descontrolo ao ver injustiça, da mãe que mente mesmo vendo que o filho acusa outro injustamente, é uma mãe que é capaz de atirá-lo pela janela para livrar sua pele e joga no outro a culpa de ser tão omissa quanto a educação dos seus rebentos.
Falta de educação, não se conserta nas brigadas militares.

7 comentários:

Pri Brandani disse...

Ah, tem gente q não se enxerga msm neh..aff..
é de revoltar qqr um!!
Hj em dia temos q ter medo até da "puliça"!
kkkkkk

Bruno Augusto disse...

uai, mas não era pra proteger os fracos e oprimidos? Ah, dá-me uma capa verde e serei o Robin-Wood, ou uma vermelha e serei o Super-man, uma preta e serei juiz, opa, errei.... serei o Batman. ou dá-me uma prova e serei da puliça, não se julga caráter mesmo.

Ana Maria Nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Maria Nunes disse...

Tem certeza que o cara é policial Militar? Pq tá cheio de segurança que paga de militar sem ser.

Só se for em Minas que precisa ter só primeiro grau, aqui em SP , n.

TEnho familiares e amigos policiais e abuso há em qualquer profissão.

Se o policial fosse bem pago, n precisava ficar se estressando em bicos de madrugada.

Bruno Augusto disse...

bom, minha querida... pelo menos foi isso que ele me afirmou... eu não me recordo de te-lo visto fardado nas viaturas, mesmo morando aqui perto do batalhão Militar. Mas o fato é que a pessoa aniquila a profissão e o juramento em defesa própria, causa própria, abuso de poder.. Isso é irritante... e confirmo o abuso da autoridade em toda profissão, mesmo pq no ensina um ditado, QUER CONHECER ALGUEM? DÊ PODER A ELA...

Ana Maria Nunes disse...

É o seguinte: n é por causa de um vagabundo que uma corporação inteira deve ser manchada.

SE acabar a policia quem nos defenderá?

Aqui em SP tem uma destacamento chamado ROTA ninguém coloca a cara com eles, e quando a ROTA chega, qualquer um afina.

A polícia de MInas Gerais é tb uma das melhoras, n é justo malhar todos, por um ,que nem se sabe se é mesmo da polícia.

Bruno Augusto disse...

Facto! Julguei mal...

Talvez o cara nem seja da PM. Mas tá escrito... minha revolta já passou, se julguei mal, reconheço que nem todos usam seus cargos e poderes em benefício próprio... Como diz o Papa, "A bondade de Deus é sempre a última resposta da história."

Related Posts with Thumbnails